Fatos curiosos sobre as United World Colleges: Descubra o que tem de mais único nas escolas UWCs

Atualizado: Mai 4

As UWCs fazem parte do movimento de educação global, cuja proposta é unir pessoas, nações e culturas pela paz mundial e um futuro sustentável. Ao total, são 18 escolas espalhadas em 4 continentes pelo mundo. Cada escola tem suas próprias tradições e um ambiente cultural influenciado por cada país.

Conheça as coisas mais interessantes sobre algumas delas.





United World College South East Asia, Singapura


A UWCSEA, localizada em Singapura é um pouco diferente de outras escolas UWCs, pois ela admite estudantes a partir dos 4 anos de idade, e é uma das escolas que aceitam filhos de emigrantes, já que a política do governo de Singapura impede a maioria dos cidadãos de frequentar escolas internacionais dentro do país, por isso a UWCSEA tem a menor quantidade de estudantes locais dentre todas as UWCs.

O terceiro astronauta japonês a andar no espaço, Akihiko Hoshide, é alumni da UWC of South East Asia, em Singapura. Hoshide trabalha na Agência Nacional de Desenvolvimento Espacial do Japão (NASDA) e está atualmente no espaço, em uma missão a bordo do Space-X Crew-2.












Hoshide tirando uma selfie no espaço com o Sol atrás dele, em 5 de setembro de 2012.



UWC Mahindra College, India


Malaika Vaz, é ativista ambiental, cinesta e alumni de UWC Mahindra College, na Índia e a exploradora mais jovem do mundo. Ela luta pela preservação ecológica e contra a indústria insustentável na Índia. Ela participou de uma das campanhas que reduziu drasticamente o lixo plástico de um dos maiores festivais da Ásia. Além de lutar pela vida de animais em extinção. Ela é apresentadora de vida selvagem do National Geographic Wild India, além de produzir e dirigir documentários sobre meio ambiente para o Discovery Channel, Animal Planet e BBC, é fundadora do Kriyā (ação em sânscrito), uma ONG que visa empoderar mulheres que sofreram violência sexual e jovens desfavorecidos através do esporte de aventura e educação ao ar livre. Ela também é ganhadora do Prêmio Nacional da Juventude em 2018.











Malaika durante a gravação do documentário investigativo "Pen Yu Sai", sobre o comércio ilegal de arraias dos Oceanos da Ásia, indicado ao Oscar Green.




UWC Atlantic, País de Gales


A UWC Atlantic, situada no País de Gales, tem o campus mais antigo de todos, fundado em 1962 pois foi o primeiro colégio UWC do mundo. O Colégio fica dentro de um Castelo Medieval, o St. Donats Castle, pertencido à família Stradling.

A família Real Britânica o visitou em 2014, já que é um dos principais mantenedores do Colégio.

Além disso, vários membros da realeza já estudaram no UWC Atlantic, e alguns estudam atualmente, como é o caso da Princesa Alexia da Holanda, Princesa Leonor das Astúrias, um pequeno Reino na Espanha, e a Duquesa Elisabeth da Província de Brabant, na Bélgica.

Há uma lenda de que o banheiro feminino situado no porão da Torre Lady Anne é mal-assombrado. E também o banheiro do topo da Torre, cuja banheira enche sozinha sem que ninguém a toque. Dizem que a Torre é assombrada pelo fantasma de Lady Anne Stradling, cujo marido morreu lutando nas Cruzadas, e que ela ainda espera por ele.

Outra curiosidade é sobre a tradição do último dia de aula. Cada UWC tem as próprias tradições de graduação. Em Atlantic, é se vestir com roupas medievais e togas para comemorar o último dia de aula.

Alunos de UWC Atlantic, no País de Gales, comemorando graduação


UWC Adriatic, Itália


Inaugurado em 1982, a UWC Adriatic, na Itália, foi o primeiro colégio UWC em um país não falante de inglês.

O mais interessante sobre sua localização conta uma das histórias mais marcantes do mundo. O lugar onde ele foi construído é a região de encontro entre a Cultura Alemã, Latina e Eslava. Essa área corresponde à encruzilhada de conflitos e tensões mais significativas da Europa do Século XX.

A colina que cerca o colégio foi campo de batalhas em ambas Guerras Mundiais, e uma parte do outro lado do mar, era a Iugoslávia, o posto avançado do bloco comunista durante a Guerra Fria.

No campus da UWCAD, existe um lugar para homenagear pessoas que fizeram história e contribuíram para a para a paz mundial por serem corajosas e compassivas, chamado “O jardim dos Justos” (The garden of Righteous).

Em cada árvore há uma plaquinha feita pelos alunos e funcionários com o nome, período que viveu e país de origem. A missão do Jardim dos Justos é lembrar das pessoas que foram importantes e lutaram por um mundo melhor, e que em sua maioria morreram por isso. O dia dos justos é celebrado no dia 6 de Março.

Existem mais de 100 jardins como esse na Itália e ao redor do mundo. São como livros abertos que compartilham histórias de pessoas inspiradoras.

Homenagem para Chico Mendes, ambientalista brasileiro.



UWC Costa Rica


A UWCCR é a primeira escola UWC bilíngue, onde todas as aulas são oferecidas em inglês e espanhol, por serem as línguas oficiais da escola. Além de ser a única UWC da América do Sul.

Uma das tradições é marcar a altura, o nome e ano de graduação em uma parede no ano de entrada de calouros.

E no ano de graduação, como recordação, eles montam um painel com pegadas na parede, usando tintas, onde também colocam seu nome, país e ano de graduação. Neste painel há estudantes de todos os anos que já se formaram e que estão se formando. A pegada significa que eles passaram por ali, e agora tem um mundo inteiro para trilhar.

Painel com pegadas feito por estudantes da UWC Costa Ricaem homenagem aos formandos.


UWC Mostar, Bósnia e Herzegovina


A UWC Mostar, é localizada na Bósnia e Herzegovina, em uma região histórica do centro de Herzegovina, construída originalmente em 1566, mas destruída pela guerra da Bósnia de 1993 e reconstruída em 2004. A cidade de Mostar foi escolhida para hospedar a UWC como o exemplo mais marcante do pós-guerra, um símbolo de resistência após conflitos e tensões étnicas.

Diferente de outras United World Colleges, a UWC Mostar está localizada no centro da cidade, e não tem um campus isolado, como a maioria das outras UWC, que são construídas em meio a natureza ou florestas afastadas. Os alunos vivem em três residências em diferentes partes da cidade de Mostar.

Todos os anos no Dia da Terra, a Bósnia e Herzegovina tem a tradição de reflorestar 100 lugares diferentes do país, o que chamam de “100 teams, one mission”, faz parte do Desafio “EcoChallenge”, proposto pelo governo Herzegovino. A UWC Mostar une seus alunos e funcionários para completar o desafio e ajudar outras pessoas a plantar árvores por todo país.


E aí, o que acharam? Quais são os fatos mais curiosos sobre as United World Colleges que você não sabia? Quais mais te intrigaram e chamaram sua atenção e quais você mais amou e fez você ter mais vontade de ir estudar em uma UWC?

Conta pra gente nos comentários aqui embaixo.

275 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo