ACABOU O MISTÉRIO! DESVENDANDO AS REDAÇÕES DO PROCESSO SELETIVO!


As redações são requeridas durante a maioria dos processos de aplicação. Em inglês, nós as chamamos de “essays” e se você já acompanha as redes sociais do Prep Change, já deve saber o que são. Quando aplicamos para oportunidades internacionais, as redações são essenciais para que o programa tenha a oportunidade de conhecer você de uma maneira mais profunda.


É importante ter em mente que as redações tradicionalmente pedidas no Brasil, tem um estilo e um objetivo diferente. As redações do processo de aplicação querem que você transpareça os seus objetivos, metas, sonhos, lembranças, preferências, traços de personalidade e outros assuntos que serão determinados pelo “prompt” (ele determina qual linha de raciocínio o programa espera que você siga).


Exemplos de prompts: “conte como foi o melhor dia da sua vida” e “como você se vê em 10 anos?”. Você encontrará outros exemplos durante a aplicação para o Prep Change! Já se inscreveu?


Aqui temos algumas dicas que vão te ajudar a escrever melhores redações! Vem conferir:



  1. Organize a sua redação!

Uma redação bem estruturada ajuda o leitor a entender de uma maneira mais clara as informações que estão sendo passadas. Dessa forma, antes de iniciar uma redação, procure pontuar os fatos mais importantes ordenadamente em forma de tópicos.


DICA: utilize a ferramenta Google Documentos para escrever rascunhos e modificá-los à vontade até que a redação esteja completa. Não envie o primeiro rascunho! Sempre podemos melhorar se finalizarmos a redação e esperarmos um tempo para fazer a releitura com a cabeça relaxada!



  1. Atenção aos comandos!

Não fuja do enredo principal da redação adicionando detalhes que podem ser vistos como irrelevantes. Uma redação bem organizada (releia a dica 1) tem detalhes cirurgicamente escolhidos para que a redação esteja inteiramente conectada. Por isso é importante ter o autoconhecimento em dia!



  1. Mostre sentimentos!

Como você se sentiu? Como o seu corpo reagiu? Como a mente estava?

- Eu enfrentei um desafio.

Na maioria das vezes a redação é sobre você e sobre a sua perspectiva, então deixe os sentimentos claros. Afinal, o leitor não estava com você na hora do acontecimento.

PERCEBA: O fato de adicionar sentimentos humaniza a redação e cria uma sensação de conexão entre a pessoa que escreve e a pessoa que lê.

- Eu estava atordoada. Fiquei com frio na barriga ao perceber que enfrentei o meu maior desafio.

Consegue sentir a diferença entre o peso que a escolha de palavras desempenha?



  1. Não seja clichê!

Procure sempre criar uma história original citando pontos que te representem e que deixem a história da sua vida única. Compartilhe momentos que moldaram a pessoa que você é hoje. Reflita sobre as suas motivações e como elas se relacionam com os seus comportamentos.

E lembre-se: plágio é crime!


DICA: peguntas como “qual é o meu sonho?”, “o que eu estou fazendo para alcançar isso?”, “o que as minhas extracurriculares dizem sobre mim?” e “por qual motivo estou me engajando nesse projeto?” são um bom começo.



  1. Show, don’t tell!

Mostre, não diga. A sua redação ficará muito mais rica se você adicionar exemplos do que você quer demonstrar. Preste atenção:


  • Eu sou uma líder na minha escola.

Podemos melhorar essa afirmação. O leitor não te conhece: as redações têm esse exato objetivo. Simplesmente dizer que é um líder é vago, não acha? O que te torna um líder? O que é liderança para você? A partir dessas reflexões, podemos desenvolver a seguinte frase onde a liderança, a proatividade e a preocupação com a comunidade estão subentendidos:


  • Eu conduzo um projeto de tecnologia para ajudar a minha comunidade escolar.


As redações são uma forma de conhecermos os aplicantes!

E aí, gostou das dicas? Queremos ver todas em prática quando vocês aplicarem para o Prep Change!


74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo