A importância do autoconhecimento para fazer essays incríveis

Se você já fez algum application para uma oportunidade, provavelmente você teve que escrever essays sobre você e sua história. Muitas pessoas consideram essa parte a mais difícil de todas, porque, dentro de um limite de palavras, é necessário contar uma história pessoal sobre você que demonstre quem você é. Além de técnica, existe outra coisa extremamente importante para você ter sucesso nas suas essays. Sabe o que é? Se você respondeu autoconhecimento, você acertou!

E é exatamente sobre isso que vamos falar hoje, vem comigo!





Mas, primeiro antes de tudo, afinal, o que é autoconhecimento? É de comer?


Em termos gerais, autoconhecimento é conhecer a si mesmo. Entender como sua história e suas experiências te moldaram e te fazem ser quem você é hoje. Como você se enxerga? Quem você realmente é? Onde você quer chegar? Não pense que você saberá essas respostas de um dia pro outro, ou que como mágica, as respostas cairão do céu pra você. Se conhecer é um baita de um processo, e que processo, hein?


Imagina que você está olhando um rio sentado no gramado, você coloca seu pé dentro da água e sente ela correr. A água que você está sentindo no seu pé agora, é diferente da água que estava passando ali um segundo atrás. Percebe? É assim que somos, como as águas de um rio que fluem e e sempre mudam. Por isso que esse processo de autoconhecimento durará a sua vida toda.

E provavelmente, depois de muita reflexão, ainda terá coisas sobre o seu eu que serão desconhecidas. Autoconhecimento é como brincar de caça ao tesouro e detetive ao mesmo tempo, porque você não sabe qual tesouro você está procurando.


Como isso vai me ajudar a escrever essays melhores?


A application tem um objetivo principal: Os Admissions precisam saber quem você é, como você pensa, como se comporta, o que provavelmente faria em X situação, do que gosta e do que não gosta. E é através das suas essays que eles irão descobrir tudo isso. Para que eles conheçam quem você é, você precisa ser vulnerável o suficiente para contar sobre você, mas para contar sobre você, é necessário você se conhecer.


A regra de ouro para escrever essays é “Show, don’t tell”. Se você apenas dizer que é um líder empático, isso irá soar vazio, mas se em vez disso, você contar uma situação específica onde você agiu como um líder empático e como isso está relacionado com seu propósito, é bem diferente. Para escrever como essa situação específica que definiu e faz parte de quem você é hoje, você precisa analisar sua história. Conhecer o seu passado, e entender como você quer projetar o seu futuro.



O que pode acontecer se eu não buscar desenvolver autoconhecimento?


Imagina um iceberg, o que todos podem ver está acima da superfície, mas é apenas uma ponta. O que sustenta essa ponta é justamente o que há em baixo, debaixo da água. Para você conseguir ver, é necessário mergulhar nesse oceano e se conhecer. Quando apenas conhecemos nossa ponta do iceberg, fica mais difícil para outras pessoas conhecerem a sua base.


Por isso, podemos tomar decisões erradas ou ter bloqueios quando alguém nos fizer uma pergunta sobre como nos vemos no futuro. Como não sabemos o que queremos não iremos saber escolher qual caminho devemos seguir, e iremos investir tempo em algo que não gostamos, ao invés de fazer o que realmente importa. Assim iremos nos sentir inseguros e ansiosos, o que pode prejudicar nossa saúde mental.


Quando penso em sentimentos e emoções confusas, gosto de imaginar um novelo de lã, completamente emaranhado, você não consegue distinguir onde cada fio começa e onde termina. Não sabemos porque estamos tristes, com raiva, ansiosos ou desanimados, apenas estamos. Quando entendemos o gatilho que está por trás de cada sentimento podemos melhorar.

E o mais impactante, será muito difícil falar sobre você. Principalmente em uma essay, onde você precisará contar uma história que conte sobre quem você é.


Como fazer esse tal negócio aí de autoconhecimento?


Eu já fiquei animada aqui, o autoconhecimento é uma jornada super importante. Mas lembre-se que não tem um destino final, a sua jornada já é o seu autoconhecimento. O primeiro passo é fazer perguntas. Muitas perguntas. A si mesmo. Eu sempre digo que a curiosidade é o combustível da ciência! Imagina se ninguém nunca tivesse se perguntado se é possível fazer uma máquina voar como um pássaro, ou se ninguém se perguntasse como se guiar de dia sem as estrelas quando ainda não existia google maps?


Se você conhece alguém pela primeira vez, para conhecer essa pessoa, você precisa fazer perguntas a ela e mostrar interesse. É a mesma coisa contigo! Imagine que você está em um encontro com você mesmo, e se pergunte sobre suas paixões: O que ama fazer que nem vê a hora passar? Ou quais tipos de assuntos você pode pesquisar ou discutir por horas a fio?


Falando em paixões, que tal falar de habilidades? O que as pessoas dizem que você faz bem? O que você faz com tanta facilidade sem precisar se esforçar tanto? Pensando nisso, quais são os seus valores? O que outras pessoas mais amam e admiram em você? O que mais importa pra você? Quais foram os acontecimentos que mais mudaram quem você é hoje?


Como o que você tem Identificação? Como um personagem que você se identifica? Tem uma frase que te define ou que guia a sua vida? Quais as três coisas favoritas sobre você? E por último, quais são seus sonhos? Pelo o que você quer ser lembrado quando partir? O que você sente que está faltando no mundo?


Por que é importante?


Nós somos seres extremamente complexos, ao entender isso precisamos saber que algumas coisas serão fáceis de descobrir e entender, outras mais difíceis e demandará mais tempo e paciência. Temos partes da gente que os outros e nós conhecemos. Coisas que apenas outras pessoas conseguem ver e nós não, coisas que somente a gente sabe, e coisas que ninguém sabe.


Pense em seu super-herói favorito. Por exemplo, o Homem Aranha. Ele foi mordido por uma aranha radioativa e assim desenvolveu super poderes. Imagina que essa parte sua que ninguém conhece, o seu Eu Desconhecido é uma parte sua que está guardada todo o seu potencial. Será que no fim de tudo, o homem aranha desenvolveu todos aqueles poderes por ser picado pela aranha radioativa ou já tinha esse potencial guardado e escondido dentro de si?


A mesma coisa acontece quando temos um objeto que nos dá sorte e no fim achamos que foi o objeto que nos fez ter sucesso em algo. Mas na verdade aquele objeto apenas nos fez sentir autoconfiança. Por isso é importante o autoconhecimento, quanto mais fundo mergulhamos no nosso iceberg, mais descobrimos sobre nós.


Como desenvolver autoconhecimento na minha vida? E como praticar no meu dia-a-dia?


Existem muitas maneiras de praticar autoconhecimento. Particularmente, a minha favorita é escrever. Não pense muito, apenas escreva sobre o que você está sentindo, sobre como foi seu dia, o que te deixou com sentimentos negativos, o que te fez se sentir grata. Se olhamos uma imagem de muito perto, não conseguimos ver o todo, mas se tiramos um pouco o zoom, fica melhor pra enxergar tudo, e é isso que a escrita faz por nós.


Praticar a vulnerabilidade conversando com outras pessoas é uma ferramenta muito poderosa. Pois exige que você se conheça um pouco melhor, e desenvolve a sua habilidade de falar sobre seus sentimentos. Exercícios mais profundos como refletir sobre a sua jornada e sua história e quem você é. Como fazer uma linha do tempo e definir os principais eventos que aconteceram na sua vida e depois refletir sobre como eles impactaram a sua vida.


Outra maneira de se conhecer é fazer terapia. Você terá um tempo apenas para falar sobre você e seus sentimentos, e terá apoio profissional psicológico para lidar melhor com suas emoções e refletir sobre sua vida. Existem muitas outras maneiras de se autoconhecer. Conta aqui embaixo pra gente, como você busca descobrir quem você é?


Viu como autoconhecimento é super importante e essencial? Não apenas para escrever essays da sua application, mas também para sua vida e para o seu crescimento pessoal. Você já ouviu falar em autoconhecimento? Você sabe quem você é? Qual a sua maneira favorita de passar um tempo com você? Conta pra gente, nós amaremos saber!





22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo